Quando a evolução é motivada pelos clientes

Captura de ecrã 2018-10-11, às 04.40.55
A AR TELECOM DISPÕE DE EQUIPAS ESPECIALIZADAS EM MÚLTIPLAS TECNOLOGIAS E ORIENTADAS PARA O CLIENTE, ASSIM COMO INFRAESTRUTURAS PRÓPRIAS DE COMUNICAÇÕES, DE CLOUD E DE DATA CENTERS.

O mundo vive uma revolução digital sem precedentes. É todo um admirável mundo novo em que é impossível prever onde a evolução vai culminar. O crescimento exponencial dos dados a que temos assistido nos últimos anos tem criado enormes desafios às organizações na proteção e gestão do ciclo de vida da informação. A gestão, proteção e backup de dados é um tema que preocupa cada vez mais as empresas e as tecnologias nesta área têm evoluído rapidamente.

Por outro lado, o uso de tecnologias de Big Data permite que as empresas analisem as interações com os clientes, concorrentes e fornecedores, melhorando a profundidade de «insight» que as empresas derivam dessas interações, bem como a velocidade a que respondem. Adquirir as competências certas é um grande obstáculo a superar se as empresas quiserem extrair valor de investimentos em Big Data.

Atualmente, uma empresa não consegue sobreviver em mercados altamente competitivos sem o apoio de tecnologia que lhe permita inovar na oferta dos produtos e serviços, bem como otimizar e requalificar os seus recursos.

Esta evolução das empresas no mundo digital veio para ficar, fazendo com que praticamente todas as organizações passem por uma transformação tecnológica. Com o crescimento da internet, a globalização do comércio e a ascensão das economias da informação, a Tecnologia da Informação (TI) passou a ter um papel essencial nos negócios.

As TI servem de base a novos modelos empresariais, novos processos de negócio e novos modos de partilhar informações. A Tecnologia da Informação viabiliza complexos processos de negócio e, ao mesmo tempo, contribui para conhecer melhor o ambiente competitivo onde a empresa se encontra inserida. Assim sendo, o uso de novas tecnologias de informação é determinante no mundo empresarial, fazendo com que cada empresa tenha de investir em recursos humanos especializados nestas áreas ou de subcontratar serviços aos seus parceiros tecnológicos.

A quantidade de dados transacionada diariamente pelas empresas tem crescido de uma forma exponencial e vai continuar. Isso exige, por parte das infraestruturas corporativas, um tipo de resposta que dificilmente conseguirão dar. Faz, por isso, todo o sentido que haja uma empresa que tenha essa experiência, competência e capacidade, que possa ajudar as empresas no processo de transformação digital.

HÁ DUAS DÉCADAS A EVOLUIR COM A TECNOLOGIA

Essa empresa, que há quase duas décadas evolui e moderniza-se para ir de encontro às necessidades dos seus clientes é a Ar Telecom, um operador de telecomunicações que alargou o seu portfolio para as áreas de cloud e managed services, com o objetivo de prestar um serviço de A a Z, num conceito de «one-stop-shop» para clientes empresariais nesta área emergente.

ATUALMENTE, UMA EMPRESA NÃO CONSEGUE SOBREVIVER EM MERCADOS ALTAMENTE COMPETITIVOS SEM O APOIO DE TECNOLOGIA QUE LHE PERMITA INOVAR NA OFERTA DOS PRODUTOS E SERVIÇOS, BEM COMO OTIMIZAR E REQUALIFICAR OS SEUS RECURSOS.

Nos últimos anos, a evolução tecnológica criou novas necessidades no mercado e, consequentemente, nos clientes da Ar Telecom, que desafiaram a empresa a alargar o seu portfólio e a iniciar a prestação de serviços e a conceção de soluções de cloud e managed services. Estas são áreas nas quais a empresa já possuía muita experiência e conhecimento, devido à sua génese de operador de telecomunicações. Acabou, por isso, por ser uma evolução bastante natural a prestação de serviços de cloud (pública e privada) e serviços de TI, como service desk, administração de sistemas e administração de redes.

Nascida em 2000 como operador de telecomunicações, a Ar Telecom tem passado, nos últimos 19 anos, por várias fases, acompanhando a evolução do mercado e adaptando-se às necessidades criadas por toda a dinâmica em torno da revolução digital que se vive. Posiciona-se atualmente como um operador e prestador de serviços integrados de TI.

A Ar Telecom sentiu que este é o caminho natural do mercado, sendo que os clientes hoje exigem um conjunto de serviços que se ajustem às suas necessidades e que os faça ser competitivos nos seus mercados e evoluir enquanto empresas.

A gestão das infraestruturas dos clientes é fundamental já que, uma parte substancial dos custos das empresas são custos de TI. Os modelos as a service permitem aos clientes substituir os custos de investimento por custos operacionais.

A Ar Telecom presta serviços de infraestrutura na modalidade de serviço, com a garantia de qualidade de operador, totalmente redundante, e com o compromisso de que o cliente dispõe permanentemente da tecnologia mais atual. Ao colocarem as suas plataformas e os seus serviços na cloud, os clientes estão assim a mitigar os custos e a acompanhar as evoluções tecnológicas, com o auxílio de um Parceiro que garante a segurança da sua informação.

O core business da Ar Telecom são as comunicações, a cloud e os managed services. Paralelamente, também está na área do digital, com uma oferta de multimédia e serviços digitais. Dispõe de modelos de IVR interativos, sobre os quais se podem fazer campanhas de marketing, votações online e sorteios integrados com websites para se analisar a informação.

Crescer até onde o mercado quiser

Com mais de 70 colaboradores, a Ar Telecom cresce a um ritmo anual de 30 a 40 por cento nas novas áreas de atuação. O seu principal objetivo é garantir a satisfação dos seus clientes. Um cliente para a Ar Telecom não é um número, é uma entidade única, que exige uma atenção especial, e o enfoque da empresa é totalmente no cliente.

Tendo como ponto forte principal os seus recursos humanos, a Ar Telecom está a contratar e a apostar em recursos qualificados, tendo previsto aumentar a sua força de trabalho entre 15 e 20 por cento até final de 2018. A Ar Telecom dispõe de uma equipa especializada em múltiplas tecnologias e orientada para o cliente, assim como infraestruturas próprias de comunicações, de cloud e de data centers.

Adicionalmente, a Ar Telecom também criou uma rede de parceiros que reforça muito bem a empresa a nível nacional. A complementaridade entre os serviços de infraestrutura da Ar Telecom e o know-how aplicacional dos seus Parceiros assegura a melhor solução para o cliente. O objetivo é continuar a apostar forte no mercado nacional.

O futuro passa por acompanhar a revolução digital sempre na linha da frente. Desde a infraestrutura ao software como um serviço e à prestação de serviços de gestão de redes, de sistemas e de service desk, a Ar Telecom sente que estará onde o mercado e os clientes exigirem. A Ar Telecom está a investir 80 a 90 por cento do seu EBITDA e encontra-se numa fase muito interessante da sua vida. Daqui por 5 anos, a expetativa é continuar a ser um dos principais players nesta área de cloud e managed services. O objetivo é ser o principal player no mercado nacional de serviços integrados, com o alargamento progressivo do portefólio de oferta de serviços.

banners_fotos_redondas_publireportagens-28

Tiago Oliveira Santos | COO, Ar Telecom

banners_fotos_redondas_publireportagens-28

Tiago Oliveira Santos | COO, Ar Telecom

MSc em Engenharia Eletroctécnica e de Computadores pelo Instituto Superior Técnico. Tiago Oliveira Santos é o responsável operacional da Ar Telecom, função que assume desde 2014. Antes de ocupar esta posição, desempenhou durante 7 anos o cargo de Chief Sales and Marketing Officer. Anteriormente desempenhou na Ar Telecom a função de Technical & Engineering Director.